Make your own free website on Tripod.com

Vishuddhi Chakra
Descrição de Swami Satyananda Saraswati

vishudda.jpg (6277 bytes)

No corpo físico, o chakra vishuddhi localiza-se na garganta, correspondendo diretamente a glândula tireóide; ele esta relacionado com os plexos nervosos da faringe e da laringe. "Vishuddhi" deriva da palavra "shuddhi" que significa "purificar"; portanto, é considerado o chakra da purificação. Ao contrário dos chakras ajna e manipura, onde ocorre a purificação dos pensamentos e do carma, tem-se o vishuddhi como capaz de purificar o próprio veneno. A natureza dessa purificação pode ser explicada da seguinte maneira:
No yoga tântrico diz-se que a lua expele ambrosia, consumida pelo sol do manipura. Neste caso, a lua se refere ao cérebro, a região do sahasrara, geralmente simbolizado por uma lua ou uma meia-lua (talvez corresponda aos ventrículos do cérebro) tanto no Hinduísmo como no Taoísmo. Esta ambrosia ou néctar divino que o cérebro segrega flui pelo manipura, onde é consumido como se fosse um combustível de sustento da vida.
O néctar segregado pelo sahasrara tem forma de gôtas no bindu visargha, o "ponto" psíquico atrás da cabeça. Ele goteja num chakra menor, chamado lalana, na parte superior do epiglote ou na base do orifício nasal, que funciona como um reservatório desse nectar. É segregado quando se praticam mudras do tipo khechari, e então desce para o chakra vishuddhi. Se este chakra foi ativado, o néctar sofre uma purificação, tornando-se um néctar divino que rejuvenesce o corpo, ocasionando boa saúde e longevidade. Contudo, dizem que se o vishuddhi não estiver ativado, o néctar transforma-se em veneno e desce pelo corpo; passa então a envenená-lo vagarosamente, levando-o ao enfraquecimento e, por fim, a morte.
Segundo Satyananda, o chakra vishuddhi ativado possui também o poder de neutralizar venenos que provem de fora do corpo. Na realidade, a glândula tireóide, que corresponde diretamente ao vishuddhi no corpo físico, é reconhecida clinicamente por exercer uma função de desintoxicação.
O despertar do chakra vishuddhi resulta em poderes telepáticos. Apesar de, às vezes, o telepata achar que recebe o pensamento das outras pessoas pelo manipura ou por qualquer outro lugar, o verdadeiro centro de percepção é o vishuddhi. A partir dele, as ondas de pensamento são transmitidas para outros centros, no cérebro ou em outro lugar, onde ocorre o reconhecimento consciente. Juntamente com o muladhara, o vishuddhi e a fonte de todos os sons básicos: dizem que os sons vocálicos se originam nele, conforme inscrito nas pétalas do chakra. Outras habilidades paranormais relacionadas com ele são: a indestrutividade, o completo conhecimento dos Vedas - os textos sagrados que contém a Lei do Universo - a capacidade de conhecer o passado, o presente e o futuro, e a habilidade de permanecer dias sem comer nem beber.

Características: reflexão, criatividade, receptividade, expressão, intuição, magnetismo e comunicação com o subconsciente.
Aspectos Negativos: conflito de auto-imagem, dificuldade em expressar o que pensa, ganância, insensatez e negatividade.