Make your own free website on Tripod.com

Tantra Yoga

Tantra (tantr = controlar, governar): Governar a personalidade, o ego e os meios para isso. Equilibrar a personalidade. Considera o homem do ponto de vista da energia. O homem é uma combinação de energias. Tudo na criação são formas diferenciadas de energia.

energia = prana (pran = respirar, viver)

O Tantra usa o prana como eixo centrai para realizar as transformações físicas, psíquicas e mentais.

Há duas linhas de Tantra:

Dakshina Tantra inclui várias técnicas:

Cakras: para fazer este trabalho com o prana o Tantra utiliza os Cakras. Estes são centros de energia que temos pelo corpo. Eles acumulam, transformam e distribuem a energia para todo o corpo.

Tudo o que existe desde, as mais materiais até as mais sutis ou espirituais, são formas diferenciadas de uma energia principal, e manejando esta energia , podemos conseguir dentro de nós uma série de transformações que nos conduzirão a um estado supremo de consciência, de união Shiva/Shakti (Shiva é o poder manifestador e Shakti a força da manifestação nas formas).

O tantra considera o homem como um mundo complexo presidido e configurado pela energia psíquica ou energia sutil chamada prana e que adota diferentes nomes segundo as funções que regula e os ritmos vibratórios a que está sujeita.

Cada ritmo vibratório dessa energia dá lugar ou produz os planos material , psíquico e mental . Assim, essa energia vem a ser o eixo central e o meio que o Tantra Yoga utiliza para realizar todas as tranformações físicas, psíquicas e mentais.

À medida que o discípulo toma consciência de todas as suas energias, ele harmoniza seu interior e se harmoniza com o Todo.

Os textos tântricos se apresentam sob a forma de um diálogo entre Shiva e Shakti. Os textos em que Shiva é o guru são chamados Agama e os textos em que Shakti é a guru são chamados Nigama.