Make your own free website on Tripod.com

Surya Namaskara

Surya Namaskara é uma técnica consagrada, que ocupa lugar especial no repertório do Yoga. Sua facilidade de adaptação e suas múltiplas aplicações fazem dela um dos melhores instrumentos para assegurar uma vida sadia, vigorosa e ativa. Em paralelo, prepara também para o despertar do espírito e o alargamento da consciência. Nos últimos anos muitas pessoas tem abandonado métodos puramente rituais, passando a adotar o Yoga como meio de exploração e melhoramento de sua vida interior. É sabido que para se obter a verdadeira evolução no plano físico, é necessário o emprego de técnicas apropriadas. Contudo, o trepidante ritmo da vida moderna toma mais difícil, mesmo para aquelas pessoas mais determinadas, a prática constante do Yoga. A prática é todavia a questão crucial no que concerne a nossa transformação. O que nos propomos é a apresentar o Surya Namaskara como um sadhana quase completa, a qual integra em sua estrutura os benefícios dos ásanas, do pranayama e das técnicas de meditação.

A vida moderna acentua muito as tensões mentais e as preocupações. De mais a mais notamos que o progresso tecnológico e a automação provocam grande aumento do trabalho sedentário ou semi-sedentário, o que favorece o desenvolvimento de enfermidades físicas e mentais. Na verdade há muito pouca esperança caso não descubramos os remédios adequados.

As práticas do Yoga têm mostrado ser um destes remédios, como antídoto ideal para o stress. Provaram ainda grande eficiência como terapia para distúrbios físicos e mentais. O Surya Namaskara faz parte do conjunto de práticas yogues. Pode se integrar facilmente a nossa rotina diária, de vez que sua pratica não toma mais do que quinze minutos por dia para que sejam obtidos resultados rápidos e benéficos. Se adequa perfeitamente aos indivíduos mais ativos, aos homens de negócios sobrecarregados, às mulheres com obrigações de família, aos estudantes que se preparam param difíceis exames, ou ainda à pessoas de saber que precisam consagrar boa parte de seu tempo livre à reflexão.

Logo que começamos a estudar e executar estes ásanas em associação com o pranayama, a consciência dos chakras e a repetição dos mantras, constatamos que poucos exercícios são tão completos quanto o Surya Namaskara.

Uma vez que durante a prática, o corpo se alonga para a frente e para trás, distende-se, massageia, amolece e estimula a musculatura, bem como os órgãos vitais e as diferentes partes do corpo, podemos comprovar que o Surya Namaskara é muito mais do que uma simples série de exercícios físicos, possuindo a profundidade e a integralidade de uma pratica espiritual.

O Surya Namaskara nos foi transmitida pelos sábios da época védica. Surya significa sol e Namaskara, saudação. Potente símbolo da consciência espiritual, o astro-rei era naquela época objeto de culto quotidiano. Render-lhe graças representava um rito recorrente nas vidas social e religiosa. O objetivo era então de aplacar as forças da natureza que escapavam ao controle humano.Tais rituais foram estabelecidos por seres iluminados que compreendiam seus aspectos benéficos, fossem eles no campo da saúde ou melhoria da criatividade ou ainda da qualidade do convívio social. O Surya Namaskara se compõe de três elementos: a forma, a energia e o ritmo. Suas doze posturas formam a matriz física que permitirá elaborar o arcabouço da prática. Os ásanas ensejam a aquisição de prana, força sutil que anima o corpo físico. Seu encadeamento em uma sequência regular reflete todos os ciclos do Universo, tais como as doze horas do dia, as doze fases do zodíaco ou ainda os bioritmos de nossos próprios corpos.

A superposição rítmica desta forma e desta energia sobre nossa estrutura corpo/mente gera grande poder de transformação e cria os germes para uma vida ativa e completa.Tornando-nos então mais capazes de apreciar melhor as boas coisas do mundo em que vivemos.

A Tradição Solar

A origem do Surya Namaskara remonta ao início da historia da humanidade, quando o homem percebeu a existência de um poder superior que se refleria sobre seu interior. Esta tomada de consciência é também o fundamento do yoga. Surya Namaskara pode ser considerado como uma arma de culto, um modo de render graças a tudo aquilo que o Sol representa, nos níveis macrocosmico e microcosmico.

Em termos yogues, tal prática serve para despertar os aspectos solares da natureza humana, a fim de liberar a energia vital para investir no desenvolvimento de uma consciência superior. A prática continuada do Surya Namaskara, todas as manhãs, permite que tal processo seja concretizado. É também uma boa maneira de render homenagem à fonte da vida e da criação, perpetuando assim a tradição solar.

O Culto Solar na Tradição Védica

A adoração e o culto foram as primeiras formas de expressão que o homem adotou para nanifestar sua dimensão interior. Na maior parte das civilizações antigas acha-se indícios de uma forma ou de outra, com divindades as mais variadas. Porém em nenhum outro lugar estas tradições foram mais preservadas do que na cultura védica. Ainda hoje, a adoração ao sol é um ritual quotidiano em diversas regions da Índia. No Bahadaranyaka Upanishad há o seguinte verso:

"Ó Deus fonte de luz,
conduza-me do irreal ao real,
da obscuridade luz,
da morte a imortalidade"

Maravilhas Arquitetônicas Tradicionais

Os egípcios praticavam uma forma complexa de culto. Utilizavam seus conhecimentos para erguer pirâmides destinadas a enterrar e preservar os corpos dos Faraós. Seus chefes venerados podiam assim compartilhar a vida eterna do sol. Estas construções são na verdade símbolos solares, cuja disposição no espaço as fazia receber o máximo de radiação.

As civilizações Asteca, Inca e Maya também edificaram templos consagrados aos deuses solares. O calendário Maya, reputado como um dos mais precisos jamais elaborado, nos revela conhecimento detalhado daquele velho astro.

As lendas da Atlântida indicam também que o sol já era venerado antes dos tempos históricos. Por meio de enormes cristais, estas populações sabiam concentrar sua energia e a utilizavam para alimentar os centros urbanos e os sistemas de transporte.

A adoração ao sol sempre esteve no centro da vida dos indígenas da América do Norte, sendo que sua existência era regulada pelo ritmo do sol e das estações. Encontra-se várias vezes, na base da maior parte de suas crenças de seus rituais ou ainda de seus métodos construtivos, o círculo ou mandala que simboliza a trajetória do sol através dos céus. O Yin e o Yang da filosofia chinesa tradicional representam a relação de dualidade que prevalece na natureza, simbolizada pelo sol e pela lua. Na concepção do yoga, isto corresponde a ida e pingala.

O Surya Namaskara adquire nova dimensão desde que tomemos consciência da influência que o sol exerce sobre nós. Desta forma, podemos compreender a importância que isto tinha para nossos ancestrais remotos.

Paralelamente a este fato, nossa próprias fôrças solares interiores se despertam graças à integração desta prática a nosso quotidiano. Passamos então a ficar em harmonia com a natureza cósmica, e assim podemos revitalizar nossa existência.

A Saudação ao Sol

Surya Namaskara é o encadeamento de doze posturas físicas. Devido ao fato da alternância de movimentos para trás e para frente, os ásanas induzem à flexão e extensão máxima da coluna vertebral e de todos os membros. Muito poucos outros exercícios obtém alongamento melhor.

A fim de melhor assimilar o exercício, é necessário conhecer previamente cada postura em separado, passando depois ao encadeamento da série completa. A etapa seguinte consiste em sincronizar os movimentos com a respiração. Ao longo da prática, se verificará que estes dois aspectos são complementares e que outro tipo de respiração seria difícil e incômodo.

O princípio básico consiste em inspirar nos alongamentos para trás, seguindo a expansão da caixa torácica e expirar nos alongamentos para frente, os quais comprimem o peito e o abdómen .

Coloque-se de pé com os pés juntos ou ligeiramente afastados, os braços relaxados ao lado do corpo, os olhos fechados e sinta todo seu corpo. Desenvolva a consciência física, como você faria para Yoga Nidra, começando pela cabeça, descendo ao longo da coluna até os pés, eliminando as tensões ao longo do caminho. Sua atenção deve ser como de uma lâmpada que transpassa a escuridão da matéria. Ajuste a posição mais uma vez, buscando maior conforto. Dirija então sua atenção para as plantas dos pés, e sinta seu contato com o solo. Sinta a sensação de que o corpo todo está sendo atraído pela força da gravidade. Todas as tensões descem da cabeça aos pés, para desaparecem no solo. Ao mesmo tempo, tome consciência da força vital que ascende em você, facilitando a manutenção da postura ereta. Perceba estas sensações durante alguns instantes, e passe em seguida à pratica do Surya Namaskara. Inspire profundamente.

Notas Importantes

O que foi apresentado constitui a metade de um ciclo de Surya Namaskara. Para que a prática seja completa, é necessário recomeçar os mesmos movimentos com a seguinte variante: na postura 4, leve a perna esquerda para trás e na posição 9 leve a perna esquerda para a frente.

Ao final da posição 12, inspire abaixando os braços ao longo do corpo e inicie a segunda metade com expiração.

Uma série completa comporta 24 movimentos, sendo dois conjuntos de doze posturas cada, o que assegura o equilíbrio dos dois lados do corpo em cada saudação. O ideal é que estas 24 posturas sejam executadas de uma só vez, em um movimento contínuo .

Com exceção do ashtanga namaskara, a cada postura corresponde uma fase respiratória. Claro que se você sentir cansaço durante a sequência, poderá repousar um pouco após o décimo segundo movimento, antes de passar para a segunda metade. Inspire e expire profundamente por duas vezes e recomece. Se ainda se sentir cansado, respire mais uma vez .

O mesmo princípio se aplica entre cada asana e a cabo de uma série completa. Aproveite estas pausas para reforçar sua atenção observar sua postura. Tome consciência do estado em que você se encontra e faça as modificações necessárias para se sentir o melhor possível.

Conselhos e Indicações

Na técnica da saudação ao sol precisamos guardar alguns pontos chave para uma prática bem sucedida.

  • O mais importante é evitar as tensões. Cada movimento será efetuado com o mínimo de esforço, só solicitando os músculos necessários para efetuar e manter a postura. O resto do corpo deve ficar o mais relaxado possível.
  • Relaxe em cada posição. Desta maneira, seu alongamento será mais eficiente e agradável e você manterá sua energia. Conecte levemente seus movimentos como numa dança.
  • Lembre-se que o pescoço é parte integrante da coluna vertebral, e que ele deve se movimentar também para frente e para trás no limite do seu conforto.

Conselhos específicos

  • Nas posições 3 e 10 as pernas deverão estar estendidas (na medida da prática, os tendões e músculos das pernas e das costas vão se alongar permitindo uma postura correta).
  • Uma vez que as mãos estão posicionadas no chão do lado dos pés (na posição 3) elas devem permanecer no mesmo lugar até o final da postura 10. Igualmente para os pés da postura 5 até o final da postura 8.
  • Na postura 4 e 9 o joelho da perna estendida deve ser apoiado no chão, e o pé da outra perna fica entre as duas mãos.
  • Na posição 5 e 8, puxar os calcanhares em direção do chão, para aos pouco conseguir apoiá-los.
  • Para algumas pessoas de idade ou enfraquecidas, a passagem da posição 7 à posição 8, necessita um esforço intenso. É recomendável após a postura 7, uma postura intermediária, as mãos e os joelhos no chão (posição do gato).
  • O praticante deve tomar consciência da sua condição física e de seus limites pessoais, para vitar cansaço inútil. É importante lembrar que a prática do Surya Namaskara é uma técnica muito poderosa. Praticada em excesso ela pode ocasionar dores e diversos males, e também pode provocar os mesmo sintomas de quando se faz a purificação interna (kriyas) como queimadura, inflamação, erupção cutânea, resfriado e mesmo diarréia. Estes sintomas desapareceram rapidamente após o repouso.
  • Uma boa prática cotidiana inclui seis séries lentas e em seguida seis rápidas. Praticantes mais avançados podem ir de vinte e quatro a cinquenta e quatro saudações por dia. Nos casos particulares de doenças específicas, para purificar o corpo ou para receber iniciação podemos praticar cento e oito saudações por dia, mais somente com um guia competente. A.pós a prática é imperativo descansar em shavasana alguns minutos.

Quando e Onde Praticar

Ao nascer do sol é o momento mais propício para a prática do Surya Namaskara. É o nomento mais tranquilo do dia, é quando a atmosfera está saturada de raios ultravioletas de importância vital para nosso corpo. Habitue-se a levantar cedo, integrando-se com a chamada da natureza. Se possível faça sua prática ao ar livre, vista-se de maneira leve e confortável para que sua pele possa respirar e absorver a energia solar. Pratique de frente para o nascer do sol, se não for possível, qualquer outro momento do dia será válido, de estômago vazio (não coma 3 a 4 horas antes da prática). À noite antes do jantar é também um momento favorável, porque estimula o calor estomacal.

UItrapassar a Rigidez do Corpo

A rigidez do corpo está ligada a três fatores principais: músculos tensos e volumosos, retração dos tendões e dos ligamentos e depósito de toxinas nas articulações. Uma prática regular permite a liberação dessas dificuldades. Os praticantes de musculação não devem se preocupar, Yoga não faz perder força ou massa muscular (muito pelo contrário). A saudação ao sol traz flexibilidade e resistência e favorece uma melhor utilização dos músculos. A prática do Yoga favorece a boa sincronização dos diferentes grupos musculares, mas também desenvolve a coordenação na parte interna da estrutura do músculo, aumentando consideravelmente a fôrça global.

Limitação

Não tem limite de idade para a prática da saudação ao sol. É necessário prudência em caso de pressão alta. Desenvolvendo a sensibilidade corporal podemos utilizar esta prática para aumentar de maneira significativa o nosso nível de consciência e melhorar nosso estado de saúde integral e nosso bem estar.