Make your own free website on Tripod.com

Budismo

O Budismo surgiu na India e está baseado nos ensinamentos (Dhamma) de Buda. É um caminho gradual de evolução, cujo objetivo maior é adquirir um visão clara para se libertar do sofrimento e chegar a sabedoria suprema ou a libertação.

Três aspectos para entender o Budismo:

O caminho da transformação espiritual tem três pontos de apoio: Moralidade, Desenvolvimento Mental e Sabedoria.

Os ensinamentos do Buda podem ser resumidos nas seguintes palavras: Não fazer o mal. Fazer o bem. Purificar a mente. Estes conselhos nos ensinam a sermos perfeitos em pensamento e conduta. Há cinco preceitos morais que devem ser observados diariamente: Abster-se de matar, de roubar, de má conduta sexual, de mentir e de tomar drogas e bebidas alcoólicas. Estes preceitos devem ser adotados pelo indivíduo com o intuito de levar uma vida inofensiva, repleta de compaixão, generosidade e de plena atenção.

As Nobres Verdades

Estas verdades consistem em analizar a natureza ao sofrimento, sua causa e extinção. Um método para acabar com o sofrimento e alcançar a libertação. Compreendendo a causa do sofrimento, podemos erradicá-lo seguindo o método adotado pelo Buda - O Nobre Caminho Óctuplo. Este caminho consiste de oito fatores: Compreensão, pensamento, fala, comportamento, meio de vida, esforço, atenção e concentração corretos. A prática destes ensinamentos leva à purificação da mente e ao desenvolvimento espiritual para tornar-se perfeito, nobre e atingir o Nirvana. O Nirvana é a expressão perfeita de um Absoluto que vai além de qualquer expressão de felicidade, como definida no sentido material. Se pudermos entender nossa própria realidade, podemos facilmente entender o que o Buda ensinou. Podemos ir ao redor do mundo à procura da verdade, mas não a encontraremos até procurarmos dentro de nós mesmos usando a meditação introspectiva, como ensinada pelo Buda.

Através desta meditação podemos penetrar na realidade e ganhar completa liberdade dos nascimentos, decadência, aborrecimentos, sofrimentos e insatisfações. Se nos educarmos em sermos seres humanos bondosos, os resultados virão como um curso natural dos eventos. É a operação da lei de causalidade moral ou carma que traz felicidade ou sofrimento a uma pessoa.

Carma e Iluminação

A lei cármica de causa e efeito é importante para ajudar-nos a entender as desigualdades entre a humanidade- todos os seres colhem os frutos de suas ações, pensamentos e palavras. O Budismo não aceita a crença de que um deus ou demônio é responsável pela diferença entre os seres. Buda diz que os sentimentos agradáveis ou desagradáveis não são usados por Deus como recompensa ou punição, mas crescem como um efeito natural de nossas boas ou más ações. Nossa vidas têm se desenvolvido sobre incontáveis existências de acordo com a qualidade do nosso carma acumulado. Este processo continuará até que um dia compreendamos a causa de nossa existência e através da realização trabalhemos na direçãode trazer este processo para um fim completo e irrevogável. Esta aquisição é o objetivo final chamado Nirvana.

"O estado búdico ou a iluminação búdica ocorre à medida em que nosso potencial de percepção se desenvolve. Os ensinamentos budistas pregam que nossos esforços devem concentrar-se no treino ou modelagem da mente. Sentimentos como o ódio ou o apego são destrutivos e prejudiciais. À medida que a compaixão genuína, infinita e imparcial cresce dentro de nós, o ódio se atenua. Quando a serenidade de espírito e o senso de justiça se estabelecem, o apego diminui. Essas emoções negativas são frutos da ignorância e o antídoto para a ignorância é a iluminação." (Dalai Lama)


Buda - aquele que é desperto, iluminado, sábio.
Seu nome Siddhartha Gautama. É tambem chamado Buda Sakyamuni.

O Budismo originalmente dividiu-se em dois grupos principais:

O Budismo baseia-se no conhecimento das Quatro Verdades Nobres:

Segundo o Budismo o corpo é impermanente, composto de sofrimento e não tem alma- é anatman. Por isso, o homem reencarna para ir-se aperfeiçoando. Existe uma consciência que é o elo que o liga à outra vida. Através de reencarnaçoes, vão-se queimando os resíduos, a ignorância das Quatro Verdades Nobres é eliminada e o homem atinge a paz. É proposto, então, o Madhyama Marga ou o Octuplo Caminho, como sadhana:

Prajña (Conhecimento)

Sila (Moral)

Samadhi (Meditação)